Internacional

Americano de 14 anos mata a tiros pai, madrasta e três irmãos dentro de casa

Um adolescente de 14 anos matou a tiros sua família dentro de casa na pequena cidade de Elkmont, no Alabama, nos Estados Unidos, na noite desta segunda-feira. Em seguida, ele próprio acionou a polícia, de acordo com autoridades locais nesta terça-feira.

As vítimas foram identificadas como o pai, John Sisk, de 38 anos, a madrasta, Mary Sisk, 35, e os irmãos do autor dos disparos (dois meninos, um de 6 anos e outro de 6 meses, e uma menina, de 5 anos), disse à emissora “CNN” o porta-voz do escritório do xerife Stephen Young. A motivação, contudo, permanece desconhecida.

De acordo com a polícia, três das vítimas morreram na residência e duas chegaram a ser levadas em transporte aéreo para um hospital, mas não resistiram aos ferimentos e foram declaradas mortas na unidade.

O adolescente, que tinha se livrado da pistola de 9 mm nas proximidades da casa, ajudou os policiais a localizarem-na, informou a polícia do condado de Limenstone pelo Twitter. Ainda não há informações de como ele teve acesso à arma.

Durante a ligação para a polícia, o autor havia dito que estava no porão quando ouviu disparos no andar de cima. No entanto, por volta das 3h (horário local), ele confessou o crime em interrogatório. Mais tarde, foi levado para uma instalação juvenil. Ainda não foi definido se ele será julgado como um adulto.

“As escolas do condado de Limestone estão profundamente tristes com o trágico evento”, disse Karen Tucker, porta-voz do Distrito Escolar do Condado de Limestone.

No mês passado, um atirador matou 22 pessoas e feriu outras 24 em El Paso, no estado do Texas, enquanto outro agressor matou nove e feriu 27 em Dayton, Ohio.

Via
Extra
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios