Entretenimento

Angelina Jolie doa US$1 milhão para manter merenda de crianças durante a quarentena

Atriz ajuda institutição 'No Kid Hungry' que oferece refeições a alunos na crise do coronavírus

Preocupada com a falta de merenda escolar para as crianças carentes que estão sem aulas nos Estados Unidos por conta do coronavírus, a atriz Angelina Jolie doou US$1milhão (equivalente a R$5 milhões ) a instituição ‘No Kid Hungry’, que oferece refeições e entrega na casa dos alunos.

“A partir desta semana, mais de um bilhão de crianças estão fora da escola em todo o mundo por causa de fechamentos ligados ao coronavírus”, disse a atriz e ativista, de 44 anos, em comunicado. “Muitas crianças dependem dos cuidados e nutrição que recebem durante o horário escolar, incluindo quase 22 milhões de crianças nos Estados Unidos que precisam de apoio alimentar. A No Kid Hungry está fazendo esforços para alcançar o maior número possível de crianças. ”, afirmou.

Essa não foi a única ação de Angelina. Ela também fez uma doação para a Agência de Refugiados da ONU e enviou apoio às escolas que financia no Afeganistão, Camboja, Quênia e Namíbia para garantir que elas possam continuar funcionando de alguma maneira para levar conhecimento para as crianças durante a pandemia.

Atualmente, Jolie financia 10 escolas no Camboja através da Fundação Maddox Jolie Pitt, criada em nome do filho mais velho que ela adotou no país asiático. Ela também financia a escola Angelina Jolie para meninas no Quênia e duas outras escolas para meninas no Afeganistão.

Em escala mundial, Jolie está trabalhando com a UNESCO no estabelecimento de uma Coalizão Global de Educação para ajudar as crianças a acessar o ensino à distância durante o período de fechamento das escolas.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios