DestaqueEducaçãoNotíciasPolítica

Após conversa, Bolsonaro decide manter Decotelli no MEC

Ministro foi alvo de questionamentos sobre inconsistências no currículo; Bolsonaro deve se manifestar sobre o tema nas redes sociais

O presidente Jair Bolsonaro decidiu manter o professor Carlos Alberto Decotelli no Ministério da Educação (MEC), apesar dos sucessivos questionamentos ao seu currículo e do anúncio de que sua posse, prevista para esta segunda-feira, 29, tinha sido adiada.  A decisão foi tomada pelo presidente Jair Bolsonaro, que ouviu as versões do professor e concluiu que ele tem “lastro acadêmico” e “reconhecimento como gestor”, depois de 42 anos de vida pública.

O presidente preferiu prestigiar a prática de vida em detrimento de “detalhes formais de currículo”. O anúncio oficial será feito por Bolsonaro pelas redes sociais ainda nesta segunda-feira, 29. Bolsonaro chegou a procurar nomes para substituir o ministro, mas decidiu dar uma chance a Decotelli após a conversa.

Apesar da decisão do presidente, importantes assessores do governo continuam sondando nomes para substituir Decotelli, na suposição de que ele ganhou sobrevida no cargo, mas sua situação ainda é delicada e outras revelações desagradáveis ainda podem surgir.

O presidente Jair Bolsonaro decidiu manter o Professor Carlos Alberto Decotelli no MEC, apesar dos sucessivos questionamentos ao seu currículo e do anúncio de que sua posse, prevista para esta terça-feira, 39/06, tinha sido adiada.

A decisão foi tomada pelo presidente Jair Bolsonaro, que ouviu as versões do professor e concluiu que ele tem “lastro acadêmico” e “reconhecimento como gestor”, depois de 42 anos de vida pública.

O presidente preferiu prestigiar a prática de vida em detrimento de “detalhes formais de currículo” e anúncio oficial será feito pelo próprio Bolsonaro em suas redes sociais, ainda nesta segunda-feira.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios