EntretenimentoNotícias

Associação critica Glenn Greenwald por chamar repórteres de corruptos

Abraji afirma que jornalistas não podem ser acusado sem provas por realizar seu ofício

BRASÍLIA — A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) divulgou nota, nesta sexta-feira, na qual critica o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, pelas manifestações em vídeo em que chama de corruptos dois repórteres do GLOBO, além de procuradores do Ministério Público do Rio.

A entidade também manifestou solidariedade aos repórteres autores de reportagem que apontou movimentações financeiras atípicas do deputado federal David Miranda (PSOL-RJ), marido de Greenwald.

“Nenhum jornalista deve ser acusado sem provas por realizar seu ofício de divulgar informações. Lamentamos que um jornalista lance mão de expedientes dos quais ele próprio é vítima frequente — acusações e descredibilização — contra outros colegas, ultrapassando o limite da crítica ao trabalho feito”, afirma a Abraji.

A reportagem mostra que um relatório enviado pelo Coaf ao Ministério Público do Rio dois dias depois de o site The Intercept Brazil começar a divulgar mensagens atribuídas a autoridades da Lava-Jato aponta que o Miranda fez “movimentações atípicas” de R$ 2,5 milhões em sua conta bancária entre 2 de abril de 2018 e 28 de março de 2019.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios