Internacional

Banco Central dos EUA reduz juros da economia após 11 anos de altas

Federal Reserve cortou o percentual por causa de 'preocupações sobre a economia global'

WASHINGTON — O Banco Central dos EUA (Federal Reserve – Fed) cortou as taxas de juros nesta quarta-feira. A redução nos juros americanos vem após onze anos de alta. A autoridade monetária justificou a medida citando preocupações sobre a economia global e silenciando a situação inflação americana. O Fed sinalizou uma disposição para reduzir ainda mais os juros, se necessário.
Os mercados globais já esperavam o corte da taxa de juros americanos. O Fed reduziu a taxa básica de juros dos EUA para um intervalo de 2,00% a 2,25% (corte de 0,25 ponto percentual).

Em um comunicado, divulgado ao fim da reunião de política monetária, o Fed disse que decidiu cortar as taxas “à luz das implicações dos desenvolvimentos globais para as perspectivas econômicas, bem como das baixas pressões inflacionárias”.

A autoridade monetária ainda disse que vai “continuar a monitorar” como as informações recebidas afetarão a economia, acrescentando que “irá atuar de forma apropriada para sustentar” uma expansão econômica recorde dos EUA.

A decisão atraiu dissidentes do presidente do Fed de Boston, Eric Rosengren, e do presidente do Fed de Kansas City, Esther George, que argumentaram em favor da manutenção das taxas.

Ambos levantaram dúvidas sobre um corte nas taxas em face da expansão atual, uma taxa de desemprego próxima a um mínimo de 50 anos e um gasto doméstico robusto.

 

Via
O GLOBO

Comentários no Facebook

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios