Política

Bolsonaro decide não esvaziar Comissão de Ética

Jair Bolsonaro decidiu não esvaziar a Comissão de Ética Pública da Presidência, o que impediria que ela recomendasse a exoneração de servidores da cúpula do governo por eventuais desvios de conduta, registra a Folha.

Depois da repercussão negativa da medida, Bolsonaro se reunirá amanhã com os integrantes do colegiado para dizer que não haverá mudanças nas suas funções nem nas suas punições.

A alteração fazia parte de um estudo em curso na CGU, que preparava uma reestruturação do sistema de prevenção à corrupção no governo federal.

“A ideia do presidente é cumprimentar os integrantes da comissão e garantir que não haverá mudança ou interferência do governo”, disse à Folha Jorge Oliveira, o ministro-chefe da Secretaria-Geral.

Via
FOLHAPRESS
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios