EntretenimentoPolítica

Bolsonaro desafia a Globo e quer ficar cara a cara com William Bonner

Embate entre presidente e emissora pode ganhar novo capítulo

O presidente Jair Bolsonaro não engoliu a reportagem exibida no Jornal Nacional da última terça-feira (29), envolvendo o seu nome no caso da execução da vereadora Marielle Franco. Após surgir irado em uma “live” no Facebook direto da Arábia Saudita, o político pediu um embate cara a cara com William Bonner.

Veja também: Marielle: Moro pede que PGR e PF investiguem depoimento de porteiro

Após a exibição da matéria na Globo, Bolsonaro correu e se explicou para o Jornal da Record, mas pela repercussão avassaladora dos desdobramentos da investigação sobre a morte da vereadora, o político quer ser entrevistado pelo JN.

O presidente disse que está no aguardo de um chamado da emissora carioca para que ele fale com Bonner e Renata Vasconcellos: “Aguardo a TV Globo me convidar para o horário nobre do Jornal Nacional falar sobre o caso Marielle no conjunto onde eu moro”. A informação é do site O Antagonista.

Veja também: #GloboLixo está nos trending topics “Mundial” com mais de 300 mil tweets em defesa do presidente Bolsonaro

Caso seja confirmada a entrevista, está será a segunda vez que o “capitão” ficará cara a cara com os âncoras do principal telejornal do país. Na primeira vez, William Bonner e Renata entrevistaram o então candidato à presidência da República, durante as eleições.

Veja também: Bolsonaro responde a Globo, chama de “canalha” e a compara com canal de esgoto

Minutos após a exclusiva ser exibida no jornal, o presidente Bolsonaro postou uma foto montagem, que mostra a logo da Globo como se fosse um canal de esgoto, com a seguinte legenda: “Canalhas”. Após o ataque, ele fez uma “live” de pouco mais de 20 minutos esbravejando contra a emissora.

Via
RD1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios