Política

Bolsonaro diz que Brasil apoiará EUA entregando terroristas que atuem no país

Presidente não quis discutir envio de tropas e afirmou não ter dúvidas de que Donald Trump será reeleito

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que o apoio que o Brasil ofereceu ao Estados Unidos na disputa com Irã significa entregar terroristas que atuarem no país. Na sexta-feira, após o assassinato do general iraniano Qassem Suleimani em um ataque aéreo americano, o Ministério das Relações Exteriores divulgou nota afirmando que o governo brasileiro “manifesta seu apoio à luta contra o flagelo do terrorismo” e está “pronto a participar de esforços internacionais que contribuam para evitar uma escalada de conflitos neste momento”.

— Se tiver qualquer terrorismo no Brasil a gente entrega. É por aí. Assim como entregamos (Cesare) Battisti… Entregamos, não. O Battisti viu que iam entregá-lo e fugiu. Assim como os cubanos, médicos, entre aspas, saíram antes de assumir. Sabiam que ia entregar os caras, (tinha) um montão de terrorista no meio deles — disse Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada.

O presidente referia-se aos cubanos que vieram para o Brasil no âmbito do programa Mais Médicos. Não há, no entanto, evidências de médicos do país caribenho engajados em atividades terroristas no país.

Questionado sobre o possível envio de tropas brasileiras, Bolsonaro afirmou que não irá discutir esse assunto e a reafirmou a entrega de terroristas:

— Que tropa, não existe…Não vou discutir esse assunto contigo. Se tiver terrorista no Brasil vai ser entregue, não interessa sua nacionalidade, não interessa. Como entregamos chilenos, como terroristas aqui, paraguaios, também entregamos agora, há poucos meses.

O Irã é um parceiro comercial relevante do Brasil, que exporta cerca de US$ 2 bilhões por ano para o país persa, na maior parte commodities como milho, carne e açúcar. No caso do milho, os iranianos são responsáveis por comprar um terço de todas as exportações brasileiras do produto.

Em outro momento, Bolsonaro defendeu o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dizendo não ter dúvidas de que ele será reeleito, nas eleições presidenciais deste ano, e elogiando seu “poder de persuasão no mundo todo”:

— Trump vai ser reeleito, alguém tem dúvida disso? Vai ser reeleito. Está o país indo muito bem, muito bem. Desemprego lá embaixo, a economia bombando, exercendo seu poder de persuasão no mundo todo, graças a Deus tem os Estados Unidos, que está fazendo tudo isso. Deus está no controle. Tem certos países, não vou falar qual, se tiver artefatos nucleares e meios para lançá-los o mundo todo entra em instabilidade. Todos vão sofrer, sem exceção.

Via
POR: O GLOBO
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios