DestaqueEconomia

Bolsonaro diz que liberação de contas do FGTS é medida ’emergencial’ para levantar economia

Presidente afirma que 'dá para a gente ajudar bastante no corrente ano, entrando um dinheirinho no comércio aí'

RIO – O presidente Jair Bolsonaro afirmou que a liberação de saques de contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que será anunciada oficialmente pelo governo nesta quarta-feira, é uma medida emergencial tomada para tentar recuperar uma “economia que não vai bem”.

É algo emergencial, sim, é emergencial, porque a nossa economia não vai bem, né, se bem que já está dando sinais de recuperação. E eu acho que dá para a gente ajudar bastante no corrente ano, entrando um dinheirinho no comércio aí — disse Bolsonaro nesta manhã em entrevista.

As regras para os saques dos recursos serão anunciadas pelo governo na tarde nesta quarta-feira, numa investida concebida para injetar algum ânimo à economia. Anteriormente neste mês, a equipe econômica cortou pela metade a previsão de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) este ano, a 0,81%.

De acordo com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, os trabalhadores poderão sacar até 500 reais de contas do FGTS, tanto ativas quanto inativas, dentro de um limite a ser definido de acordo com o saldo.

Quer saber quanto tempo falta para você se aposentar? Simule aqui na calculadora da Previdência

A medida poderá atender até 96 milhões de trabalhadores, que no total possuem 260 milhões de contas ativas e inativas no FGTS, e o período para a retirada será de agosto de 2019 a março de 2020, afirmou o ministro.

Via
O Globo
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios