GeralPolítica

Bolsonaro elogia ministro do Meio Ambiente em meio à crise internacional sobre Amazônia

Presidente diz que vai assinar decreto apra ampliar área de plantio de cana

BRASÍLIA — Em um almoço com jornalistas neste sábado, o presidente Jair Bolsonaro elogiou o trabalho do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles , e também do ministro da Educação , Abraham Weintraub . Bolsonaro lembrou de como definiu a contratação deles e prometeu assinar um decreto para ampliar a área de plantio de cana de açúcar.

Esta semana, em meio à polêmica envolvendo a questão do desmatamento e das queimadas na Amazônia, o ministro Salles passou mal e chegou a ser internado na emergência do Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília. De acordo com o boletim médico, Salles estava assintomático, mas a equipe médica optou por interná-lo para realizar exames de rotina. Ele recebeu alta no dia seguinte.

Bolsonaro diz ter brincado com o ministro pedindo que “não morresse agora” porque ainda há coisas na área ambiental a serem feitas. O presidente lembrou que estava indeciso entre Ricardo Salles e o agrônomo Xico Graziano . Mas que optou pelo primeiro ao conhecer o trabalho que ele havia realizado com bananas no Vale do Ribeira (SP).

Bolsonaro também disse gostar de Weintraub e alegou ainda que o ex-ministro Ricardo Vélez não tinha “gestão” nem “autoridade”.

— Não tinha mais jeito.

Além do decreto que amplia a área para plantar cana de açúcar que vai editar na próxima semana, o presidente também explicou o decreto que autorizou queimadas fora da área da Amazônia. Ele disse ter sido necessária a liberação em outras áreas fora da Amazônia Legal por motivos agrícolas.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios