EsportesPolítica

Bolsonaro recebe bloco de oito clubes da Série A e discute MP

Um bloco de oito clubes da Série A do Brasileirão esteve nesta terça-feira, em Brasília, para uma reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Na pauta, a MP 984, que altera a forma com a qual os direitos de transmissão são comercializados no Brasil, dando ao mandente a prerrogativa de negociar a partida.

A comitiva foi formada por Robinson de Castro (Ceará), Marcelo Paz (Fortaleza), Eduardo Bastos e Samir Namur (Coritiba), Aguinaldo Farias (Athletico), Maurício Galiotte e André Sica (Palmeiras), Guilherme Bellintani (Bahia), Matheus Del Corso Rodrigues (Santos) e Marcelo Medeiros (Internacional).

A composição foi montada entre os clubes que têm contrato com a Turner para transmissão em TV fechada dos jogos do Brasileirão. A empresa americana, por causa da crise, ameaça romper contrato com o bloco.

A conversa ainda envolveu o Projeto de Lei 3.832, que altera a Lei da TV Paga, permitindo que empresas de telecomunicações possam patrocinar clubes brasileiros.

Ainda nesta terça-feira, os representantes dos clubes encontrarão os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

Na ida a Brasília, os clubes se mostraram favoráveis ao projeto do clube-empresa, que aguarda tramitação no Senado.

A MP 984 foi assinada por Bolsonaro após um encontro com o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim. Na semana passada, Bahia, Palmeiras e Grêmio discutiram o assunto junto à CBF. No Congresso, a MP recebeu 91 emendas e aguarda tramitação no Plenário da Câmara.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios