DestaqueGeralInternacional

Brasil vira aliado extra-OTAN dos EUA:O que isso significa?

SÃO PAULO, 1 AGO (ANSA) – O governo os Estados Unidos designou oficialmente o Brasil como um aliado prioritário extra-OTAN, como havia prometido em março o presidente Donald Trump a Jair Bolsonaro, em um encontro em Washington. A confirmação foi dada na noite de quarta-feira (31). O status de aliado prioritário extra-OTAN era almejado pelo governo Bolsonaro.

Na prática, o Brasil vira um comprador preferencial de equipamentos e tecnologias militares dos Estados Unidos, além de ter autorização para participar de leilões organizados pelo Pentágono.

Como aliado extra-OTAN, o Brasil também terá prioridade para promover treinamentos militares com as Forças Armadas norte-americanas. Até o momento, apenas 17 países no mundo eram considerados aliados fora da OTAN pelos EUA. Na América do Sul, somente a Argentina tinha esse status.

As outras nações são Austrália, Bahrein, Egito, Israel, Japão, Jordânia, Kuwait, Marrocos, Nova Zelândia, Paquistão, Filipinas, Coreia do Sul, Taiwan, Tailândia, Afeganistão e Tunísia. A designação de aliado prioritário extra-OTAN se refere justamente a países que não compõem a Organização do Tratado do Atlântico Norte. Fundada em 4 de abril de 1949, no início da Guerra Fria, a entidade hoje tem 29 países aliados, todos da Europa e da América do Norte, com o objetivo de cooperação coletiva em defesa. Isso significa que um eventual ataque a um membro da OTAN é considerado como uma agressão a todos. (ANSA)

Comentários no Facebook

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios