Economia

Caixa estuda lançar financiamento para imóveis com juro fixo

Após lançar linha corrigida pela inflação, banco pensa em adotar taxa pré-fixada para tirar incerteza do empréstimo

Após lançar uma linha de financiamento imobiliário corrigida pelo IPCA, índice oficial de inflação, a Caixa Econômica Federal avalia adotar taxas de juros pré-fixadas para o financiamento da casa própria. A mudança deve ocorrer até o fim do governo Jair Bolsonaro, mas está atrelada à manutenção do quadro de inflação controlada e ao desenvolvimento do mercado de securitização (transformar dívidas em títulos negociados no mercado) de créditos imobiliários, disse ontem o presidente do banco, Pedro Guimarães.

“Da mesma maneira que a gente está oferecendo TR (Taxa Referencial) e IPCA, o objetivo é, se couber na matemática da Caixa, oferecer uma taxa sem correção até o fim do governo “, disse.

Para Guimarães a vantagem de uma taxa pré-fixada é tirar o componente de incerteza do financiamento. Segundo ele, a criação de linhas indexadas ao IPCA é o primeiro passo para viabilizar o plano. “A vida média da carteira de crédito imobiliário é de 12 anos, então não adianta criar mercado de securitização de dois anos”, afirmou.

Guimarães voltou a dizer que a Caixa pretende vender 50% de todo o crédito originado anualmente com as linhas corrigidas pelo IPCA. Ele afirmou que, nos últimos dois dias, o banco recebeu cerca de 600 mil consultas de clientes interessados na nova modalidade, disponível a partir de segunda nas agências.

Ele considera “controlada” a inflação de 3% a 4% ao ano. O mais importante, diz, é haver o quadro de estabilidade de preços no longo prazo, ainda que com um ano ou outro de inflação mais alta. Isso porque no caso dos financiamentos com taxa pré-fixada, o risco fica com o banco, que terá que adotar também instrumentos de proteção contra variações.

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, afirmou ontem que pode seguir a Caixa e adotar a modalidade de crédito imobiliário atrelada ao IPCA. “A ideia é dar o máximo de liberdade ao cliente”, disse. “A tendência é de os bancos oferecerem um cardápio com todas opções.” Numa nova linha de crédito imobiliário do BB, quanto menor o prazo de financiamento, menor a taxa. O piso passou a ser de 7,99% ao ano, para um financiamento de 60 meses.

Via
Estadão
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios