NotíciasSaúde

Caixas com 5 milhões de máscaras descartáveis são apreendidas em porto de SC

Material vindo da China ficou acima do tempo permitido na alfândega e foi apreendido pela Receita Federal nesta terça. Mercadoria deve ser destinada a profissionais que atuam no combate ao coronavírus.

A Receita Federal apreendeu cinco milhões de máscaras faciais descartáveis em São Francisco do Sul, no Norte catarinense, na manhã desta terça-feira (24). Agora, o material deve ser destinado a profissionais que estão trabalhando no combate ao novo coronavírus.

A carga de 6.768 caixas com 5.057 milhões de máscaras estava na alfândega de um porto seco da cidade. A apreensão ocorreu porque o material vindo da China com suspensão de tributos deveria ter sido retirado da alfândega em até 45 dias. Ainda não foi informado quando o material chegou ao local.

Como o material não foi retirado pela empresa importadora, a Receita Federal caracterizou o caso como abandono de mercadoria, lavrando auto de infração aplicando a pena de perdimento. A carga é avaliada em R$ 203 mil. O nome da importadora não foi informado.

Ainda segundo a Receita Federal, as máscaras são feitas de falso tecido com fibras de polipropileno e podem ser usadas por profissionais da saúde, de forças de segurança e outros que atuam no combate à pandemia de coronavírus no Brasil. A distribuição do material deve ser feita pelo Ministério da Saúde, conforme noticiou a NSC TV.

Material foi apreendido em São Francisco do Sul — Foto: Receita Federal/Divulgação

Material foi apreendido em São Francisco do Sul — Foto: Receita Federal/Divulgação

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios