Educação

Capes anuncia 66 mil bolsas para formação de professores do ensino básico em 2020

BRASÍLIA – A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) anunciou nesta quinta-feira a abertura de 66 mil bolsas para treinamento de professores e estudantes de licenciatura . As bolsas estão disponíveis para sair entre março e maio de 2020.

Como vagas serão selecionadas em cinco edições, com investimento de R $ 325 milhões. Os participantes do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) e do Programa de Residência Pedagógica ficam com 60 mil dessas bolsas. Esses programas são voltados para estudantes de licenciamento de diversas áreas.

O restante das seis vagas ocupadas são selecionados para o Programa Nacional de Formação de Professores (Parfor), para docentes que já estão dando aula na rede pública, mas que não possuem formação na área em que atuam. Esses professores recebem treinamento para continuar ministrando essas aulas.

O presidente da Capes, Anderson Correia, afirmou que espera uma melhora nos índices de educação já na próxima prova de Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes). O resultado do teste de 2018 mostrou uma estagnação do desempenho brasileiro.

– A expectativa é de que esses editores possam elevar a qualidade da educação básica brasileira através, por exemplo, dos indicadores Ideb e de Pisa quando acontecer, todos esses editais são feitos com a parceria das melhores universidades brasileiras – declaradas.

Entre os editores lançados, a Capes anunciou dois voltados para a formação de professores no exterior. Serão 500 vagas para cursos de desenvolvimento nos Estados Unidos e no Canadá. Segundo a agência, os cursos de aperfeiçoamento ou o nível de educação porque os professores que participam podem passar o aprendizado para outros docentes.

Anderson Correia afirmou que a Capes está trabalhando com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e com a União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime) para quem os documentos que participam dos programas são como multiplicadores

– Nós estamos trabalhando com o Consed e o Undime para que esses professores sejam multiplicadores e que retransmitam o conhecimento dentro da escola e em outras escolas da rede na mesma cidade – disse.

Via
O Globo
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios