Blogs e ColunasGeral

Censura de uns hoje, amanhã a sua!

Censura nas Redes Sociais?

Antes de mais nada, entenda o que é censura.

“CENSURA: 1. Controle moral ou político de obras artísticas, publicações etc. 2. Comissão de pessoas encarregada de exercer esse controle. 3. Advertência severa; repreensão.” Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa.

Seja você de esquerda, centro ou de direita.

Seja você republicano, democrata ou progressista.

Seja você mulher, homem, gay ou lésbica.

Seja você negro, branco, pardo, cafuzo ou índio.

Seja você rico, classe média ou pobre.

Seja você brasileiro ou estrangeiro.

Tenha em mente que o direito à liberdade de expressão deve prevalecer acima de todas as coisas, independentemente de sua ideologia.

A censura, seja ela total ou parcial, é um mal perigoso em qualquer sociedade e hoje não está restrita ao Brasil, mas é um processo global.

Antes de fazermos qualquer análise, devemos começar a pensar no marco civil da internet, o qual foi elaborado como uma lei que “visa a orientar os direitos e deveres dos usuários, provedores de serviços e conteúdos e demais envolvidos com o uso da Internet no Brasil”. Porém, o que se vê é uma interferência quando na verdade o que deve ser exigido por lei é a liberdade de expressão, e se comprovado um erro, excesso ou “fake news”, a mesma lei deve prever que os usuários das empresas controladoras das mídias, irão sofrer punição ou oferecer e permitir o direito de defesa e o direito de resposta.

E quando a censura é exercida por empresas estrangeiras? A exemplo de plataformas como o “Google”, “Facebook” ou Twitter”, que hoje possuem o monopólio da maior parte da comunicação virtual mundial? A resposta inicial vem através de uma sugestão do youtuber Bernardo Kuster: “devemos fazer ações certas, imediatas e calculadas, …a primeira delas é processar em massa, com isso criar um passivo jurídico imenso no facebook, para que seja inadministrável, e assim percam os prazos jurídicos, para que essa censura não aconteça mais”. Com essa lógica em mente, deve-se exigir, através da justiça, os direitos e deveres previstos no marco civil regulatório da internet, as devidas explicações e a indenizações, pois em boa parte da ação de censurar está implícito o poder ditatorial de intervir e gerir no seu pensamento. Nos dias de hoje, com o uso dessas plataformas, em especial na divulgação de políticos e suas propostas, estamos constatando cada vez mais essa interferência, esse cerceamento na liberdade de expressão.

 

CUIDADO!

O censurado de hoje pode ser você amanhã.

“… pois concordar com as ideias que você gosta é fácil, mas quando você conseguir defender a liberdade de expressão daqueles que discordam de você, aí sim estará exercendo a verdadeira liberdade…” (retirado da internet).

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios