EconomiaGeral

Centauro volta a elevar a oferta para tentar comprar Netshoes

Grupo elevou proposta para cerca de US$ 114,9 milhões, o equivalente a US$ 3,7 por ação, ante proposta anterior de 3,5 por papel (US$ 108,7 milhões).

O grupo varejista SBF, dono da rede de lojas Centauro, voltou a elevar a sua proposta para tentar comprar a Netshoes. Em comunicado ao mercado divulgado na terça-feira (11), o grupo informou que elevou a oferta para cerca de US$ 114,9 milhões, o equivalente a US$ 3,7 por ação, ante proposta anterior de 3,5 por papel (US$ 108,7 milhões).

O montante é 23,3% superior aos R$ 3 por ação oferecido pelo Magazine Luiza, em uma proposta que avalia a Netshoes em cerca de US$ 93 milhões.

Em comunicado, a Centauro diz que a nova proposta torna “significativamente mais atrativas as condições financeiras para os acionistas da Netshoes” e “eliminam os riscos atinentes aos problemas de fluxo de caixa de curto prazo da Netshoes”.

O conselho da Netshoes anunciou na semana passada que reiterou arecomendação de que os acionistas da empresa votem favoravelmente à aprovação da oferta do Magazine Luiza. A assembleia está agendada para acontecer na sexta-feira (14).

Entenda a disputa

Entre a primeira oferta dada pelo Magazine Luiza e esta última da Centauro, o valor da proposta pela aquisição da Netshoes já subiu 75%.

No final de abril, a Magazine Luiza tinha anunciado acordo para ficar com a Netshoes por cerca de US$ 62 milhões, ou US$ 2 por ação.

No dia 23 de maio, o grupo SBF, dono da rede de lojas Centauro, entrou na disputa com uma proposta da ordem de US$ 87 milhões, ou US$ 2,80 por ação.

No dia 26 de maio, o Magazine Luiza aumentou em 50% a sua oferta inicial, para US$ 93 milhões, o equivalente a US$ 3 por ação.

No dia 29 de maio, o grupo SBF, elevou a sua proposta para cerca de US$ 108,7 milhões, o equivalente a US$ 3,5 por ação, propondo também estruturar uma transação que viabilize aporte imediato de até R$ 70 milhões na Netshoes.

A nova proposta apresentada nesta terça acontece após o conselho de administração da Netshoes ter recomendado a aprovação da proposta feita pelo Magazine Luiza, citando falta de mecanismos suficientes com relação à condição financeira e aos problemas de liquidez de curto prazo da Netshoes, tendo em vista a necessidade de aprovação da “transação Centauro” pelas autoridades brasileiras.

A Netshoes abriu seu capital na bolsa de Nova York em 2017. Na época, a empresa captou cerca de US$ 140 milhões com a operação. Em 2018, até o terceiro trimestre, a companhia acumulava prejuízo líquido de R$ 241,5 milhões, ante R$ 120,6 milhões negativos no mesmo período do ano anterior.

Via
G1
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios