DestaqueTecnologia

Cientistas transformam sangue tipo A em doador universal

Com a ajuda das bactérias do intestino conseguiram fornecem uma nova forma de aumentar o suprimento de sangue do tipo O

Uma equipe liderada por Stephen Withers, um biólogo químico da Universidade da Columbia Britânica (UBC) em Vancouver, no Canadá, conseguiu transformar o sangue tipo A — segundo mais comum —, em um doador “universal”, ou seja, qualquer pessoa que possui outro tipo sanguíneo pode receber transfusão sem nenhum risco à saúde. O estudo foi publicado na Science.

O grupo de tipos de sanguíneo são: A, B, AB ou O. Quando um paciente tipo A doa para um paciente tipo B, por exemplo, os antígenos do sangue faz com que o sistema imunológico mate os glóbulos vermelhos.

Por outro lado, as células do tipo O precisam desses antígenos e isso ajuda na transfusão de sangue para todos os outros tipos, tornando-se assim universal. Por isso que a descoberta pode ser um grande avanço.

O estudo foi realizado com objetivo de aumentar o suprimento de sangue universal. Para isso, os cientistas tentaram transformar o tipo A, “removendo seus antígenos definidores”. Mas não tiveram 100% de sucesso, porque as enzimas conhecidas capazes de remover os glóbulos vermelhos dos açúcares ofensivos não são suficiente para trabalhar de forma econômica.

Após 4 anos de tentativas para melhorar essas enzimas, os pesquisadores decidiram procurar uma melhora entre as bactérias intestinais humanas. Isso porque, alguns desses micróbios se prendem à parede do intestino, e se alimentam dos combos de açúcar e proteína chamados mucinas que o revestem. Os açúcares das mucinas são parecidos com os que definem os tipos dos glóbulos vermelhos.

De acordo com a pesquisa, em seguida, os cientistas isolaram os genes específicos que codificam duas enzimas bacterianas capazes de remover os principais componentes do antígeno A. Desta forma, foi possível alcançar um resultado positivo.

Doação de sangue

Doar sangue é um processo fácil, rápido, seguro e solidário. A doação de sangue ocorre quando uma pessoa voluntariamente vai a um centro especializado e disponibiliza seu sangue para ser usado em transfusões ou outras situações clínicas.

No Brasil são coletadas 3,7 milhões de bolsas por ano, o que corresponde ao índice de 1,8%. Na Europa Estados Unidos, esse percentual é de 5% a 7%. Contudo, o Ministério da Saúde tem investido em diversas ações para aumentar as taxas de doação.

Via
Minhavida
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios