DestaqueEntretenimentoGeral

Cris Dias abre o jogo sobre saída da Globo e sondagem de canais

Cris Dias, 38, não teve o seu contrato renovado com a Globo após 13 anos. A apresentadora destacou como foi sua saída do canal e falou sobre o seu futuro no mundo televisivo. A jornalista também abordou a polêmica plantação de maconha na Jamaica e seu time do coração.

Sobre a saída do canal carioca, ela afirmou que foi tranquila. “A saída foi de boa. Disseram que não havia interesse na renovação. Mas saio com o sentimento de gratidão. Foi um aprendizado, fiz contatos, consolidei o meu nome no esporte”, agradeceu.

Cris falou que está de portas abertas para continuar na TV. “Estou aberta. Já recebi algumas sondagens de outras emissoras. Mas o caminho também pode passar pelas mídias sociais. Tá pintando coisa nova aí, mas ainda é segredo”, declarou em entrevista ao UOL Esportes.

A ex-comentarista de esportes do “Bom Dia Brasil” revelou ainda que por conta do seu contrato era proibida de contar qual o seu time do coração: o Internacional. “Eu lembro que quando fui no programa do Jô, ele insistiu uns cinco minutos pra que eu revelasse meu time e acabei contando no ouvido dele. Mas essa coisa de dizer publicamente o time que torce dá ibope. Vou fazer isso em breve”, anunciou.

Cris Dias recordou o climão que viveu com William Waack nas Olimpíadas de 2016. Ela reclamou ao vivo com o jornalista ao ser interrompida durante um comentário: “Levantei a bandeira do empoderamento feminino. Foi sem querer, mas valeu, é sempre bom levantar essa bandeira. Quis interromper meu comentário e eu reagi. Não tenho fama de barraqueira à toa”.

Mas, o estresse ficou por lá. Hoje, os dois se falam sem ressentimentos. “Muita gente não entendia a nossa parceria. Ele tem um humor ácido, mas a gente se dava muito bem. No dia em que isso aconteceu, a gente tinha ido ver o jogo de basquete da Argentina contra os Estados Unidos. Eu gostava de sacanear ele: ‘Você pilota avião e não sabe mexer em um telão’. No fundo, era um encontro de gerações e a gente se completava. Ele ficava com os papéis e eu com o tablet e o telão do estúdio”, disse.

Durante as últimas férias, Cris foi com o namorado, o ator Caio Paduan, para a Jamaica. Lá, ela tirou uma foto em meio a uma plantação de maconha. “Argumentei que a maconha é usada para fins religiosos e medicinais. Fui acusada de tudo, de ser um mau exemplo, de influenciar as pessoas negativamente. Tentei abrir uma discussão porque a planta tem esses benefícios que poderiam ser usados contra doenças, por exemplo. Mas não teve jeito, tive que deletar a foto”, confessou. “Esse negócio de rede social é bem complicado. Meu namorado [o ator Caio Paduan] faz papel de um cara milionário na novela ‘Verão 90’. Outro dia, fiz uma brincadeira com isso, em que ele aparecia me penteando. ‘Olha o Quinzinho (nome do personagem), quem diria, virou cabeleireiro’. Você acredita que tive que me explicar? Disseram que eu estava dizendo que todos os cabeleireiros eram pobres”, continuou.

Dias também mencionou o assédio no trabalho: “Nesses 13 anos de Globo já deu para perceber grandes mudanças. A mulher tem se colocado de forma mais contundente. A gente tem que fazer o cara se colocar no nosso lugar e pensar se ele gostaria que isso acontecesse com a sua filha, com a sua mãe, com a sua mulher. É um exercício muito bom”, opinou ela, que contou não ter sofrido assédio, mas que já presenciou alguns casos. “A gente ainda sofre com o machismo no trabalho. Temos que provar mil vezes mais do que o homem. Muitas vezes seu trabalho é subestimado ou desqualificado, principalmente se você exerce a mesma função que um homem”, desabafou.

Tags

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios