Política

De volta a Brasília após cirurgia, Bolsonaro recebe Moro no Palácio da Alvorada

Ministro da Justiça se reuniu com o presidente, que teve alta hospitalar nesta segunda e retornou ao exercício do cargo. Bolsonaro passou por cirurgia para corrigir hérnia no dia 8.

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu na manhã desta terça-feira (17) com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, no Palácio da Alvorada. A informação do encontro com o presidente foi confirmada pelas assessorias de Moro e do Planalto. O assunto do encontro não foi divulgado.

Bolsonaro retornou ao exercício da Presidência nesta terça. Ele e Moro se reuniram na manhã seguinte ao retorno do presidente a Brasília, após receber alta médica. Os dois já haviam se encontrado em São Paulo, quando o ministro visitou o presidente.

Ele ficou nove dias internado em um hospital em São Paulo, onde passou por uma cirurgia no dia 8 para corrigir uma hérnia, o quarto procedimento desde a facada sofrida no abdômen em 2018.

O presidente foi autorizado pelos médicos a continuar a recuperação em Brasília.

Na próxima segunda (23) ele embarca para Nova York, onde fará na terça-feira (24) o discurso de abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Secretaria Geral

Após o encontro com Moro, Bolsonaro recebeu no Alvorada o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Jorge Oliveira, que cuida da constitucionalidade dos atos do presidente.

Bolsonaro deve sancionar nesta terça o projeto que flexibiliza a posse de armas na zona rural.

O texto foi aprovado pela Câmara em 21 de agosto, e o prazo para sanção termina nesta terça. Se o presidente não emitir parecer, o projeto é promulgado na íntegra – é a chamada “sanção tácita”.

Bolsonaro disse, na segunda, não saber se vetará algum trecho da proposta.

O texto estabelece a chamada “posse rural estendida”, ou seja, permite que a posse de arma se estenda por toda a propriedade rural. Pela regra atual do Estatuto do Desarmamento, a arma só pode ser mantida na sede da propriedade.

Via
G1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios