Lava JatoPolítica

Defesa de Lula vai a STF para suspender julgamento que pode anular condenação no caso do sítio

A defesa do ex-presidente Lula acionou hoje o Supremo Tribunal Federal (STF) na tentativa de suspender o julgamento que vai decidir se o processo do sítio de Atibaia (SP) deve voltar para a primeira instância. O caso será analisado amanhã na 8Turma do Tribunal Federal Regional da 4Região (TRF-4). Se isso acontecer, a sentença de 12 anos e 11 meses de prisão imposta a Lula nessa ação será cancelada.

Veja também: Chinês é preso com fuzil em casa de swing em São Paulo

No pedido de habeas corpus, a defesa afirma que fez a mesma solicitação ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas que não houve decisão até o momento.

Na sexta (25), o relator da Lava-Jato no TRF-4, João Pedro Gebran Neto, negou o pedido dos advogados de Lula para suspender o julgamento.

Veja também: Globo fará crítica a evangélicos, homofóbicos e radicais

Na decisão, o desembargador disse que a defesa de Lula pode reapresentar suas teses, por meio de sustentação oral, no dia da sessão da 8ª Turma.

Os advogados Cristiano Zanin e Valeska Zanin Martins alegam que que houve “quebra de ordem cronológica”, ou seja, que outros recursos apresentados antes no mesmo tribunal não chegaram a ser apreciados e que o de Lula estaria “furando a fila”. No documento, apontam que quando a defesa entrou com esse recurso, a corte tinha 3.817 apelações para julgar sendo 1.941 na 8ª turma.

Além disso, os advogados questionam por que foi pautado apenas um dos pedidos feitos no recurso, e não o tópico principal que é a nulidade total do processo do sítio.

Via
O GLOBO(BELA MEGALE )
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios