Notícias

Delegada vítima de assaltantes no RJ reconhece suspeito preso, e muda do Rio de Janeiro com medo da violência !

Homem apontado como chefe de quadrilha foi preso nesta terça-feira (13).

Juízas, coronéis e uma delegada da Polícia Civil estão entre as vítimas de uma quadrilha que assaltava residências em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. O homem apontado como o chefe do bando foi preso nesta terça-feira (13), e cinco estão foragidos.

O Bom Dia Rio conversou com a delegada, que, com medo, resolveu deixar o RJ.

“Meu marido pedia para eles terem cuidado porque tinha criança em casa. E aí eles deram uns empurrões, amordaçaram ele”, lembra.

O assalto durou quatro horas. “Um bandido pegava a pistola e dizia: ‘Quer tomar uma rajada de 30 na tua cabeça?’”, cita.
A delegada reconheceu o suspeito preso, mas ainda tem medo.

“Eu estou muito feliz com a prisão desse bandido que participou do assalto da minha casa”, diz. “Todos nós ficamos tão abalados com isso que, num primeiro momento, nunca mais voltamos para nossa casa. Mudamos de bairro e, por último, mudamos de estado. Mudamos de estado para tentar continuar a viver. Prosseguir”, pontuou.

Como foi a prisão
Rodrigo Carlos dos Santos, o Guety do Viradouro, era procurado desde março de 2018. A polícia afirma que ele se envolveu em, pelo menos, seis roubos a residências de luxo nos bairros de São Francisco, Icaraí e na Região Oceânica de Niterói.

“Eles agiam com extrema violência. Sempre armados com fuzis e granadas, invadiam as residências antes de as vítimas acordarem e quase sempre as agrediam”, disse o delegado Luiz Henrique Marques.

A quadrilha cometeu pelo menos 40 assaltos desde 2017.

De acordo com a polícia, Guety estava desde segunda-feira (12) escondido na casa da avó da namorada. Ele foi se refugiar no local após ter sido baleado numa troca de tiros com policiais militares do Batalhão de Choque.

Os investigadores trabalham, agora, para localizar o resto da quadrilha.

Veja também :Polícia encontra celular dentro da cela onde está preso filho de Flordelis

Via
G1 RJ
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios