Notícias

Denílson pede bloqueio de direitos autorais para cobrar dívida de Belo

Defesa do ex-jogador exigiu que a plataforma iTunes, da Apple, repasse arrecadação direto pro apresentador da Band

 

Denílson exigiu na Justiça que os direitos autorais de Belo sejam penhorados para que a dívida de R$ 4,7 milhões que o cantor tem com o ex-jogador seja amortizada.No último dia 18, o Tribunal de Justiça de São Paulo ordenou para que o pedido fosse cumprido, além de solicitar para a Apple Inc. informações sobre comercialização e consumo das músicas do cantor no iTunes.

Por outro lado, a empresa norte-americana de computação rebateu a decisão, assegurando que o repasse dos direitos para o cantor é realizado por meio de associações vinculadas ao Escritório Central de Arrecadação de Direitos Autorais, o ECAD.

O problema Judicial entre o apresentador da Band e o cantor já dura 19 anos. Em 2000, Denilson era empresário do Soweto, e o cantor deixou a banda para engatar carreira solo.

No entanto, a atitude de Belo configurou como uma quebra de contrato e Denílson processou o músico.

A ação de Denílson contra Belo foi transitada em julgado em 2004 e já não cabe mais recursos. O ex-atleta venceu em todas as instâncias. No momento, o processo está em fase de execução, porém a defesa do ex-jogador não encontrou bens em nome do cantor.

Em 2018, houve bloqueios de cachês de apresentações de Belo pelo país, mas os valores não cobriram a dívida.

 

Via
R7
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios