DestaqueInternacional

Diretor de Migração do México renuncia em plena crise com os EUA

O comissário do Instituto Nacional de Migração (INM) mexicano, Tonatiuh Guillén, apresentou nesta sexta-feira (14) sua renúncia, em meio a uma pressão crescente dos Estados Unidos para que o México detenha a onda de imigrantes em situação irregular que entram na pela fronteira comum.

Em um curto comunicado, o INM reportou que Guillén, que era a máxima autoridade da dependência, apresentou sua renúncia ao presidente Andrés Manuel López Obrador, sem detalhar os motivos da mesma.

Guillén assumiu o cargo após a chegada de López Obrador à Presidência, em dezembro passado, e teve que administrar nos últimos meses o fenômeno das multitudinárias caravanas de migrantes, a maioria centro-americanos, que tentam chegar aos Estados Unidos.

Soube-se da renúncia logo quando o chanceler Marcelo Ebrard é questionado por senadores e deputados sobre um acordo alcançado na semana passada para evitar que o presidente americano, Donald Trump, impôs a partir desta semana tarifas alfandegárias às exportações mexicanas.

Trump considera a onda de migrantes uma “ameaça” à segurança nacional dos Estados Unidos e exige que o México a detenha, caso contrário seguirá adiante com a ideia de aplicar tarifas alfandegárias.

Via
ISTO É
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios