DestaquePolícia

Diretora é morta a facadas dentro de escola em Florianópolis

Assassinato foi em unidade pública de ensino no bairro Campeche.

A diretora da Escola Estadual Januária Teixeira da Rocha foi morta dentro da unidade de ensino, no bairro Campeche, no Sul da Ilha, em Florianópolis, na tarde desta quarta-feira (19), informou a Polícia Militar. Ela foi assassinada a facadas e o crime teria sido passional, informou a PM. O criminoso foi preso no local.

As informações preliminares são de que o homem chegou à escola por volta das 17h30 e rendeu a vítima com uma faca e se trancou no banheiro com ela. O Corpo de Bombeiros informou que a vítima recebeu dois golpes na lateral esquerda do pescoço. A mulher revidou com um golpe de arma ainda não identificada na barriga do agressor. Outro homem tentou separar a briga e também acabou ferido.

Movimentação de policiais militares na escola Januária Teixeira da Rocha, em Florianópolis, após assassinato de diretora — Foto: André Zanfonatto/NSC TV
Movimentação de policiais militares na escola Januária Teixeira da Rocha, em Florianópolis, após assassinato de diretora — Foto: André Zanfonatto/NSC TV

O homem fugiu, mas foi preso pela Polícia Militar. A mulher, que tinha 49 anos, teve uma parada cardiorrespiratória e foi atendida primeiramente por um enfermeira que estava no local, conforme os bombeiros. Foi iniciado um procedimento de ressuscitação. Porém, como a vítima perdeu muito sangue, morreu por volta das 18h, conforme os bombeiros.

O agressor foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), preso e levado a um hospital.

Ainda segundo a PM, a diretora já tinha registrado boletins de ocorrência contra o agressor, mas a corporação ainda não deu mais detalhes. A Delegacia de Homicídios da capital está no local.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios