Economia

Dólar opera em queda, abaixo de R$ 5,30, à espera de reuniões de BCs no Brasil e nos EUA

No mercado acionário, Bolsa de São Paulo opera com perdas. Em Nova York, índices operam no azul

RIO — Os investidores estão atentos às reuniões dos Bancos Centrais (BCs) do Brasil e Estados Unidos, à espera das decisões sobre juros. Diante deste cenário de cautela até a divulgação dos dados, o dólar comercial opera em queda. Por volta das 11h30, a moeda americana era negociada com recuo de 0,34%, valendo R$ 5,27. Na Bolsa de SP, O Ibovespa cai 0,55%, aos 100.044 pontos.

A chamada “Super Quarta” é importante para os mercados porque vai definir os patamares dos juros nas economias americana e brasileira. O mercado está atento se as autoridades monetárias vão seguir com a política de estímulos monetários (juros baixos) por mais tempo.

Em Nova York, as Bolsas operam com ganhos. Dow Jones e S&P 500 sobem, respectivamente, 0,42% e 0,26%. A Bolsa eletrônica Nasdaq tem valorização de 0,28%.

Leia mais:

— O mercado projeta que tanto nos EUA quanto no Brasil os juros serão mantidos inalterados. As atenções estão voltadas para as atas que os BCs vão divulgar e para o discurso de Jerome Powell, o presidente do BC americano — indica Thomás Gibertoni, especialista da Portofino Investimentos.

Internamente, o Ibovespa recua pressionado pela Vale. As ações da mineradora recuam 2,17%. O que explica a perda da mineradora é a queda na cotação do minério de ferro no mercado internacional. Os contratos da commodity negociados na Bolsa de Dalian (China) fecharam com perdas de 3,7%.

Gibertoni destaca que a preocupação com a situação fiscal e com alguns atritos em esferas do governo também atrapalham uma recuperação melhor da Bolsa local:

— No Brasil, além da cautela por conta da decisão sobre juros, ainda há uma “fumaça” causada pelas preocupações com o quadro fiscal e com as discussões políticas e atritos pontuais. Estes quadros contribuem para que a Bolsa brasileira opere com certo descolamento de Nova York.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios