BrasilNotícias

Dono de grande rede de supermercados morre em acidente na BR-101

O empresário Roberto Angeloni era dono da maior rede de supermercados de SC

RIBEIRÃO PRETO, SP – O empresário Roberto Angeloni, 51, filho de um dos fundadores da rede de supermercados que leva o nome da família, morreu num acidente de trânsito neste domingo (28) na BR-101, em Biguaçu (SC), na região metropolitana de Florianópolis.

O acidente aconteceu no final da manhã, quando Angeloni bateu com sua Mercedes em um muro, atingiu a lateral de uma camionete Ranger e, em seguida, num poste. Com o impacto no poste, o veículo ficou partido ao meio. O empresário morreu no local.

Devido ao acidente, conforme a concessionária Arteris Litoral Sul, o trânsito chegou a ser interditado na faixa direita, sentido Curitiba, no km 184,7 da BR-101, em Biguaçu.

Na faixa esquerda, o trânsito fluiu com lentidão durante a tarde, com retenção de um quilômetro. O fluxo foi normalizado no final da tarde, ainda de acordo com a concessionária responsável pelo trecho.

Uma mulher que estava na camionete Ranger sofreu ferimentos leves, segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), e foi socorrida a um hospital.

O grupo Angeloni, 100% familiar, foi fundado em 1958 a partir de uma fiambreria em Criciúma (SC) e cresceu no estado até 2002, quando abriu sua primeira unidade fora de Santa Catarina, em Curitiba, conforme a empresa.

É a maior rede de supermercados do estado e está entre as 15 maiores do país, de acordo com ranking da Abras (Associação Brasileira de Supermercados). Emprega cerca de 10 mil funcionários, em 29 supermercados, 23 farmácias, 9 postos de combustíveis e 2 centros de distribuição de mercadorias.

Angeloni exercia o cargo de gerente de operações da rede. “Seu falecimento precoce deixa ainda imensa lacuna entre amigos e colegas, que guardam a imagem de um profissional sério e dedicado, que tinha como sonho levar o Angeloni a uma posição sempre mais destacada”, diz trecho de nota do grupo.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios