DestaqueNotícias

Doria diz que transportadora de ouro roubado em Cumbica foi ‘imprudente’ ao não acionar escolta

Ao todo, foram levados 718,9 kg do metal precioso, avaliados em US$ 29,2 milhões; nenhum suspeito foi preso.

O governador de São Paulo João Doria (PSDB) afirmou nesta sexta-feira (26) que considera uma “imprudência” a empresa responsável pela carga de ouro roubada no Aeroporto Internacional de Guarulhos não ter acionado escolta policial.

“Você não pode imaginar que uma carga de R$ 130 milhões seja transportada, ainda que numa área restrita do aeroporto, sem escolta policial. A polícia não foi sequer avisada que estava havendo transporte deste valor. Fruto dessa imprudência, uma quadrilha organizada, preparada e bem informada agiu e conseguiu obter o resultado do roubo”, disse o governador em coletiva de imprensa.

Segundo Doria, a Polícia de São Paulo ajudou na ação da Polícia Federal assim que foi acionada. “Imediatamente quando foi informada começou sua ação. Em 15 minutos, localizou os dois veículos clonados e, em conjunto com a Policia Federal, iniciou o trabalho investigativo”, disse.

Quadrilha rouba 750 quilos de ouro do aeroporto de Cumbica (SP)

Quadrilha rouba 750 quilos de ouro do aeroporto de Cumbica (SP)

O roubo

O grupo de oito homens fortemente armados invadiu o terminal de cargas por volta das 14h30 em duas viaturas clonadas da Polícia Federal, sem placas (uma modelo Triton e a outra, uma Pajero Dakar). Eles levaram 718,9 kg de ouro avaliados em US$ 29,2 milhões. Na conversão atual, o montante equivale a R$ 110,2 milhões. Nenhum suspeito foi preso.

Os metais estavam em 31 malotes que seriam levados de avião para Nova York, nos Estados Unidos (24 malotes, com 565,50 kg), e Toronto, no Canadá (sete, com 153,4 Kg).

No terminal, roubaram o ouro que estava dentro de caixas de metal. Os homens estavam com roupas de policiais federais, distintivos, encapuzados, com pistolas, fuzil e carabinas.

Os criminosos mantiveram o encarregado de despacho e a família dele refém na noite anterior, e assim, tiveram acesso a informações privilegiadas. Todos foram liberados sem ferimentos após o roubo.

Depois da fuga, as viaturas clonadas foram abandonadas no Jardim Pantanal, na Zona Leste de São Paulo. Os ladrões entraram em uma caminhonete S-10 e utilizaram uma ambulância para transporte da carga roubada.

Grupo fortemente armado invade terminal de cargas de Cumbica, faz reféns e rouba ouro — Foto: Wagner Magalhães/ Arte G1

Grupo fortemente armado invade terminal de cargas de Cumbica, faz reféns e rouba ouro — Foto: Wagner Magalhães/ Arte G1

Via
G1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios