Entretenimento

Eduardo Costa fala sobre ter filho gay e irrita apresentador ao vivo

Eduardo Costa causou polêmica no “Fofocalizando” ao dizer que não teria problema se um filho seu fosse gay, desde que tivesse “postura” e não fosse “afeminado”. A declaração dividiu opiniões e irritou o apresentador Leão Lobo ao vivo.

Durante entrevista a Leo Dias, o sertanejo disparou:“Se eu tiver um filho homossexual, você acha que eu vou ligar? É ruim, é triste? Claro que não. A parte triste é se esse filho levantar bandeira e dizer que todo mundo tem que ser viado”.

“Se meu filho é viado, tem postura, se veste bem, não fica aquele viado afeminado, cheio de trejeitos, mas tem o namorado dele lá, tem as coisas dele lá, no cotidiano é um homem que paga suas contas em dia, cumpre obrigações é um cara sério, então meu filho é viado, mas é muito mais macho que um monte que tem por aí”, continuou.

“O que cobro de qualquer ser humano, seja viado ou não, é postura”, finalizou.

Imediatamente, no estúdio, Leão Lobo disparou: “Esse é o incoerente Eduardo Costa. Ficou aí se vangloriando que pegou que pega mil mulheres, dez mulheres, não sei quantas por dia, e aí o homossexual não pode falar, não pode levantar bandeira?”.

“Que direito ele tem de dizer o que homossexual pode ou não pode? Fica na dele! É um absurdo isso. Ele nem percebe a incoerência dele. Ele pode tudo, pode contar que pega dez mulheres, se vangloriar que a agenda tem mil mulheres, e os homossexuais tem que ficar quietinhos?”, questionou.

Leo Dias, entretanto, o defendeu: “Eu concordo com você Leão, mas eu entendo também a cabeça do Eduardo, a criação é mais conservadora. Ele acha que não tem problema nenhum homossexual manter um relacionamento”.

“O que incomoda, por exemplo, é um beijo em público. Isso incomoda por conta da criação, da origem. Eu acho que é isso. Tô tentando entender também”, finalizou Leo Dias, encerrando o assunto.

Via
RD1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios