Política

Em busca de apoio eleitoral, Crivella recebe Bolsonaro e evangélicos no Rio

Encontro no Palácio da Cidade, na Zona Sul do Rio, contou ainda com a participação de lideranças evangélicas

RIO — O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) passou quase duas horas, na manhã desta segunda-feira, em cerimônia organizada pelo prefeito Marcelo Crivella (PRB) no Palácio da Cidade — residência oficial do prefeito do Rio — na Zona Sul. Crivella, que busca o apoio de Bolsonaro à disputa pela reeleição no Rio neste ano, também recebeu lideranças evangélicas no local.

Bolsonaro chegou por volta das 10h ao Palácio da Cidade, em comitiva que incluía o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e o titular da secretaria de Comunicação da Presidência (Secom), Fábio Wajngarten. O presidente deixou o local sem falar com jornalistas. Crivella negou que o apoio eleitoral de Bolsonaro tenha sido discutido no encontro.

— Não falamos de política. Falamos de assuntos de interesse do povo — disse Crivella, que citou ainda a “afinidade” entre Bolsonaro e lideranças evangélicas. — O presidente tem forte apoio entre os evangélicos. Há uma afinidade de valores, de princípios.

A tentativa de aproximação entre Crivella e Bolsonaro se intensificou desde o fim de 2019. Em baixa nas pesquisas de avaliação, o prefeito do Rio tem, cada vez mais, mostrado apoio às políticas do governo federal. Segundo pesquisa do Datafolha encomendada pelo GLOBO e pelo jornal “Folha de S.Paulo”, a gestão de Crivella é reprovada por 72% dos entrevistados, que a consideram ruim ou péssima

.Entre as lideranças evangélicas presentes estavam o líder da Igreja Internacional da Graça de Deus, R.R. Soares, e o deputado federal Ezequiel Teixeira (Podemos-RJ), um dos integrantes da bancada evangélica da Câmara. O encontro também reuniu correligionários de Crivella e de Bolsonaro, como a deputada estadual Alana Passos (PSL) e o secretário municipal de Ordem Pública, Gutemberg de Paula Fonseca.

Pastor da Assembleia de Deus Missão Vida, o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ), outro que busca o apoio de Bolsonaro para concorrer à prefeitura do Rio em 2020, não compareceu ao encontro com Crivella e demais lideranças evangélicas no Palácio da Cidade.

— Seria indelicado — explicou Otoni ao GLOBO.

A agenda de Bolsonaro no Rio inclui ainda um almoço com o comandante da Marinha, almirante Ilques Barbosa Junior, no 1º Distrito Naval, na Zona Portuária do Rio. O retorno para Brasília está previsto para as 15h desta segunda-feira.

Encontro com Regina Duarte

Há a expectativa de que Bolsonaro também encontre a atriz Regina Duarte no Rio nesta segunda-feira. Segundo um aliado do presidente, o encontro deve ocorrer em uma área reservada do aeroporto Santos Dumont, de onde Bolsonaro partirá para Brasília.

Bolsonaro deve conversar com Regina Duarte sobre um convite para assumir a Secretaria de Cultura. A princípio, mesmo que aceite o convite, a atriz não seguirá com o presidente para a capital federal nesta segunda.

O cargo de titular da Secretaria de Cultura está vago desde a última sexta-feira, quando o secretário Roberto Alvim foi exonerado após publicar um vídeo em que plagiava trechos de um discurso de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda no regime nazista de Adolf Hitler na Alemanha.

Na sexta, Regina Duarte disse à rádio Jovem Pan que havia recebido um convite de Bolsonaro para assumir o posto, e que deveria dar uma resposta até esta segunda-feira. A atriz também afirmou que “não é a primeira vez” que recebe um convite para este cargo.

Segundo o colunista do GLOBO Lauro Jardim, a possibilidade de o Ministério da Cultura ser recriado para abrigar Regina Duarte foi descartada pelo entorno de Bolsonaro. A Secretaria de Cultura está vinculada atualmente ao Ministério do Turismo.

Via
POR: O GLOBO
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios