Economia

Em Davos, Guedes levará mensagem de ‘casa arrumada’ na economia

Ministro da Economia representará o país no Fórum Econômico Mundial entre os dias 21 e 24 de janeiro

BRASÍLIA – Sem a presença do presidente Jair Bolsonaro no evento, o ministro da Economia, Paulo Guedes, levará uma agenda otimista sobre o Brasil para este e os próximos anos ao Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. A ideia é dar um tom econômico à participação brasileira, com resultados positivos a apresentar.

Em outras áreas, como o meio ambiente, o governo Bolsonaro tem sido cobrado por organizações não governamentais (ONGs) e pelos países europeus.

Guedes terá apenas a companhia do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, no evento, que ocorre entre os dias 21 e 24. O chanceler, Ernesto Araújo também não irá à Suíça. Segundo assessores próximos ao ministro, Guedes dirá que, ao contrário de 2019, o país está com a “casa arrumada” e aberto para receber investimentos estrangeiros.

O ministro apresentará uma lista de argumentos: a reforma da Previdência foi aprovada, e outras medidas que dependem do Congresso estão em andamento; os juros estão em 4,5% ao ano, menor nível da história; e o desemprego está em queda, chegando a 11,2%.

Medidas de simplificação nas relações de trabalho e a grande quantidade de projetos de concessões e privatizações também serão apresentadas. Além disso, o Brasil se prepara para abrir sua economia, reduzindo tarifas de importação, e vem fechando acordos importantes, como o firmado com a União Europeia em meados do ano passado.

Em dezembro, Paulo Guedes, convenceu o presidente que o fórum é o palco ideal para capitalizar a imagem do Brasil mostrando resultados da área econômica. Mas Bolsonaro nunca escondeu que se sente pouco à vontade para tratar de assuntos econômicos. Para justificar sua ausência, o Palácio alegou aspectos econômicos, de segurança e políticos.

Via
POR: O GLOBO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios