BrasilDestaqueNotíciasSão PauloSaúde

Em meio à epidemia de coronavírus, autoridades pedem doações de sangue em SP

Principal banco de sangue da capital paulista tem estoque apenas para uma semana

SÃO PAULO – No mesmo dia da confirmação da primeira morte pelo novo coronavírus no Brasil – um homem de 62 anos, morador de São Paulo -, autoridades de saúde de SP fizeram um apelo à população para que façam doações de sangue. Os bancos de sangue da capital paulista, afirmam, estão com a reserva baixa.

— Preciso dar um informe, e precisamos muito do apoio de vocês. Nosso bancos de sangue estão praticamente sem sangue. O banco de sangue que tem mais sangue tem (estoque) hoje para praticamente uma semana — diz o infectologista David Uip, coordenador do Centro de Contingência de coronavírus em São Paulo, em entrevista coletiva nesta terça.

Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde, a Fundação Pró-Sangue opera apenas com 40% da reserva necessária para dar atendimento a mais de cem instituições de saúde da rede pública.

São Paulo é o estado brasileiro com o maior número de casos de coronavírus. São 162 registros até agora, sendo 154 na capital, e os demais na Grande São Paulo.

Autoridades de saúde investigam outros quatro óbitos que ocorreram na mesma rede hospitalar onde foi confirmada a primeira morte pelo novo coronavírus em São Paulo.

A manutenção do estoque é considerada fundamental para a realização de cirurgias. Os sangues do tipo O+, O-, A- e B- estão em estado de emergência, ou seja, garantem o abastecimento por apenas um dia.

Em fevereiro, a doação de sangue já tinha registrado forte queda, possivelmente como impacto das férias e feriado de carnaval, dizem autoridades da saúde.

— Pedimos apoio às pessoas para que doem sangue sempre que puderem, e especialmente neste momento. A doação de sangue é segura e fundamental para ajudar a salvar vidas — diz o secretário de estado da Saúde, José Henrique Germann.

Doação em tempos de epidemia

Para doar sangue basta estar em boas condições de saúde e bem alimentado, ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto recente, que permita a identificação do doador.

Devido ao novo coronavírus, há alguns impedimentos para a doação.

– pessoas procedentes de regiões com transmissão local são considerados inaptos por 30 dias, após retorno destas áreas.

– pessoas que tiveram contato nos últimos 30 dias com pessoas que apresentaram infecção confirmada pelo novo coronavírus ou casos suspeitos dessa doença são considerados inaptos por 30 dias, após o último contato com essas pessoas

– pessoas que apresentaram infecção pelo novo coronavírus são considerados inaptos por um período de 90 dias, após recuperação clínica completa (assintomáticos)

– candidatos que tiveram contato próximo com pessoas que vieram de regiões com casos autóctones podem doar após 14 dias do contato, desde que assintomáticos.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios