Mundo

EUA e China chegam a consenso sobre primeira fase de acordo comercial

Acordo engloba propriedade intelectual e transferências de tecnologia

Estados Unidos e China chegaram a um acordo comercial de “fase um” que inclui a primeira redução de tarifas americanas impostas desde o ano passado.

Em uma declaração na sexta-feira (13), o Escritório da Representação Comercial dos Estados Unidos descreveu o acordo como sendo “histórico e realizável”. O documento afirma que o acordo engloba propriedade intelectual e transferências de tecnologia, em conjunto com um compromisso chinês de realizar “compras adicionais substanciais” de bens americanos.

A declaração afirma que os Estados Unidos vão manter uma tarifa de 25% sobre o equivalente a 250 bilhões de dólares em importações chinesas. Contudo, o documento aponta para uma redução de taxas pela metade, de 15% para 7,5%, sobre uma parcela equivalente a 120 bilhões de dólares.

O governo americano também decidiu não levar adiante a imposição de novas taxas, sobre smartphones e outros produtos, que entrariam em vigor no domingo (15).

Autoridades americanas informam que a expectativa é de que o acordo seja assinado na primeira metade do mês de janeiro.

A China anunciou o acordo no fim da sexta-feira. O vice-presidente da Comissão de Reforma e Desenvolvimento Nacional, Ning Jizhe, indicou que o governo chinês não está garantindo as compras de produtos agropecuários.

Ning disse que a expansão do comércio na agricultura precisa ter como base os princípios do mercado e as regras da Organização Mundial do Comércio. Ele acrescentou que a China vai aumentar suas aquisições de produtos agropecuários americanos de qualidade que são competitivos no mercado.

Via
Fonte: EBC
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios