DestaqueGeralJustiçaPolítica

Ex de Frota processa deputado por danos morais e pede indenização

Após ser acusado pelo filho de não pagar pensão, ex-ator resolveu postar no Facebook detalhes sobre a concepção do menino

A personal trainer Samantha Gondim, que tem um filho com o deputado e ex-ator Alexandre Frota, Mayã Frota, de 18 anos, formalizou uma queixa-crime nessa sexta-feira (5) contra o político por difamação em rede social. Samantha, que hoje vive com Mayã na Antuérpia, na Bélgica, pede indenização de, no mínimo, R$ 50 mil por danos morais.

A advogada de Samantha, Juliana Zappalá Porcaro, disse ao “Extra” que “assim que ele [Alexandre Frota] foi diplomado [deputado federal], apagou tudo o que tinha postado sobre a Samantha, os xingamentos e acusações a ela”. “Mas existem prints e reportagens que comprovam o que ele fez”, completou.

Em outubro do ano passado, Frota foi confrontado pelo filho pelas redes sociais. O jovem afirmou que o pai não pagava pensão, entre outras acusações. Em resposta, o então futuro deputado resolveu revelar, pelo Facebook, detalhes sobre a concepção de Mayã. Segundo ele, Samantha engravidou do menino após uma noitada com ele em um hotel de Brasília quando ambos estavam “muito loucos” de bebida e drogas. Na época, Frota tinha 34 anos e Samantha, 16.

Samantha Gondim e Mayã Frota. Foto: reprodução/Instagram

“Não sei se você sabe de tudo, mas quando foi concebido em um quarto de hotel em Brasília, eu e sua mãe, uma bar tender na época, que conheci e na mesma noite saiu comigo para uma noitada, já havíamos enchido a cara na festa e resolvemos ir para o hotel. No hotel estávamos bebendo, cheirando, fumando e fazendo sexo, ambos bem loucos. Eu e ela”, escreveu Frota no Facebook.

Agora, o deputado deve ser intimado para uma audiência de conciliação.

Via
POR NOTÍCIAS AO MINUTO
Tags

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios