Entretenimento

Ex-marido de Amy Winehouse pede 4,68 milhões de reais da fortuna deixada pela cantora

asado com a artista entre 2007 e 2009, Blake Fielder-Civil já assumiu ter sido ele o responsável por apresentar Winehouse ao consumo de várias drogas

O ex-marido da cantora Amy Winehouse (1983-2011) entrou com um processo na Justiça do Reino Unido pedindo ‎£ 1 milhão, o equivalente a 4,68 milhões de reais, da fortuna deixada pela artista. O processo movido pelos advogados de Blake Fielder-Civil foi noticiado pelo jornal inglês The Sun.

Amy Winehouse foi casada com Blake Fielder-Civil entre 2007 e 2009 e ele chegou a assumir ter sido ele o responsável por iniciar a artista em várias drogas, inclusive heroína.

O processo de Fielder-Civil vem à público apenas alguns dias após a morte de Winehouse completar oito anos, no último dia 23 de julho.

“Essa é uma pessoa que gastou muito do dinheiro da Amy enquanto eles estiveram juntos”, afirmou uma fonte anônima próxima à família Winehouse ao The Sun. “Ele também gastou muito do dinheiro dela por causa das duas prisões, só trouxe dor para todos. Dar mais um centavo a ele já seria muito. Ele não merece nada”, disse.

Vítima de um envenenamento alcoólico aos 27 anos, Winehouse não deixou testamento, fazendo com que sua fortuna fosse herdada pelos pais dela, Janis e Mitch. Na época da morte da artista a fortuna dela era estimada em  £ 2,94 milhões, cerca de 13,75 milhões de reais. No entanto, com o passar dos anos, é possível que  os ganhos em cima dos trabalhos da cantora tenham valorizado de forma considerável.

Via
G1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios