Esportes

Galvão Bueno relata ameaça de morte após vídeo viralizar

Durante o programa Bem, Amigos!, do SporTV, nesta segunda-feira, o narrador e apresentador Galvão Bueno revelou que recebeu ameaças de morte por conta de um vídeo em que ele estaria narrando e comemorando um gol do Grêmio contra o Palmeiras, nas quartas de final da Copa Libertadores.

“Eu sei o que passei nesses últimos dias, até com ameaça de morte nas redes sociais. E o pior que foi alguém de dentro da casa que fez uma filmagem de uma transmissão, em que eu narrava um gol do Grêmio. Arnaldo Cezar Coelho estava do meu lado. Ele parou em dezembro do ano passado. E quem eu cumprimento na hora do gol é o Arthur, campeão com o Grêmio da Libertadores, que estava machucado e não pôde ir para o Mundial de Clubes, e comentou o jogo conosco”, explicou Galvão.

O vídeo em questão foi espalhado fora do contexto. Na realidade, a partida narrada por Galvão era da vitória do Grêmio sobre o Pachuca, do México, na semifinal do Mundial de Clubes de 2017. Ao lado do narrador estava o meia Arthur, hoje no Barcelona, que estava machucado e não jogou o torneio.

“O jogo é de dezembro de 2017, semifinal do Mundial de Clubes. O Grêmio era o Brasil no Mundial. Foi colocado nas redes sociais e viralizou como se fosse a narração do gol do Grêmio contra o Palmeiras nas quartas de final da Libertadores. Jogo que a Globo nem transmitiu. Eu assisti de Porto Alegre. O que eu fui xingado é coisa de louco. Até aí tudo bem, mas ameaça de morte? Mais respeito, mais calma!”, afirmou.

Recentemente, Galvão Bueno narrou a partida entre Flamengo e Internacional, também pelas quartas de final da Copa Libertadores, onde o Rubro-Negro levou a melhor e avançou às semifinais. No outro confronto entre brasileiros na competição, o Grêmio eliminou o Palmeiras com uma vitória no Allianz Parque, revertendo a derrota da ida, em Porto Alegre..

Via
Lance
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios