EntretenimentoPolítica

Globo será obrigada a entrevistar Lula quando ele for solto

Emissora não terá como evitar o ex-presidente se quiser honrar o jornalismo profissional que afirma praticar

E agora, Globo? O canal mais poderoso da televisão brasileira vive um dilema: dar ou não espaço a Lula nos telejornais?

Veja também: “O acordo feito é para votar na próxima sessão”, reforça relatora, no Senado, da PEC da prisão na 2ª instância

O ex-presidente, preso na PF de Curitiba há 1 ano e 7 meses, reclamou por não ter sido entrevistado pela emissora nesse período.

Com o fim da prisão em segunda instância, de acordo com julgamento do STF, o líder petista poderá ser solto nos próximos dias.

Lula ganhará ampla visibilidade na mídia por conta dos eventos que já começaram a ser organizados pela militância de esquerda.

Indignado com a cobertura feita pela Globo de seu processo na Lava Jato, ele prometeu realizar um protesto na porta do canal.

Foi além: manifestou a vontade de ficar cara a cara com William Bonner, âncora e editor-chefe do Jornal Nacional.

Veja também: Defesa de Lula pede para ex-presidente deixar prisão após decisão do STF

O mesmo desejo exposto pelo presidente Jair Bolsonaro, igualmente enfurecido com o conteúdo de matérias exibidas no principal telejornal do País.

Diante do ruído previsto com a libertação de Lula, a emissora da família Marinho não terá como ignorar a presença pública e os discursos do ex-presidente.

Quando atacada, sob a acusação de ser manipuladora e partidária, a Globo diz praticar o jornalismo profissional.

Caso ignore Lula, terá sua isenção mais uma vez contestada, assim como o fazem Bolsonaro e seus apoiadores, também críticos à linha editorial do canal.

Veja também: Após decisão do STF, defesa pede soltura do ex-governador Eduardo Azeredo

Na hipótese de abrir o microfone ao ex-presidente, a Globo precisará se defender de críticas graves em relação ao seu jornalismo. Prevê-se embate acalorado.

Para o bem de todos, inclusive das liberdades de expressão e imprensa, tomara que não haja radicalismos nem omissões.

O telespectador merece assistir a um debate de ideias, e não a um show de rivalidade que interessa apenas aos sensacionalistas.

Por : Jeff Benício(Blog sala de tv)

Via
BLOG SALA DE TV
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios