Economia

Governo abre processo contra bancos e solicitações de aposentadoria por descontos indevidos

RIO – A prática de descontos indevidos nos benefícios dos aposentados sob a forma de contribuições associativas e seguros não contratados levou à instauração de processos administrativos contra dez instituições, entre bancos e aplicações de aposentados. O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) – órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública – será praticado abusivamente por essas empresas, aproveitando a hipervulnerabilidade dos idosos.

Bradesco, Caixa Econômica Federal, Santander, Associação Beneficente de Auxílio Mútuo ao Servidor Público (ABAMSP), Associação Nacional de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social (ANAPPS), Associação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos (ASBAPI), Central Nacional dos Aposentados e Pensionistas do Brasil (CENTRAPE), Rede Ibero-Americana de Associações de Brasileiros (RIAAM BRASIL) e como seguradoras Chubb Seguros Brasil, Companhia de Seguros e Previdência do Sul (Previsul), Sabemi Seguradora. e Sudamerica Clube de Serviços e Sudamerica Vida Corretora de Seguros que prestam esclarecimentos ao DPDC.

As empresas têm dez dias para se manifestarem. Após esse prazo, inicia uma apresentação de provas. Caso os indícios levantados pelo DPDC sejam confirmados como instituições podem ser multadas em até R $ 9,9 milhões.

Reclamações também no INSS e no Judiciário

Dados do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) – que concentram-se como reclamações registradas nos processos de todo o Brasil – apotam uma quantidade expressiva de queixas relacionadas às empresas investigadas.

Noficado a prestar informações sobre reclamações contra dez instituições no seu sistema, o INNS confirmou 889 reclamações contra a ABAMSP, sem topo do ranking entre as solicitações mais reclamadas, seguidas por ASBAPI, com 697 reclamações, CENTRAPE (394), ANAPPS (300), RIAAM Brasil (15).

Segundo o DPDC, há uma convergência entre o levantamento feito no Sindec e o INSS: uma lista de clientes de descontos na forma de seguros ou contribuições associadas sem autorização. Dados do Judiciário também apontam cobranças indevidas por parte das instituições investigadas.

 

Via
FONTE: ABC
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios