Política

Governo define medidas contra covid-19 na assistência social

Pessoas em situação de rua, com deficiência e idosos são alvos

O governo federal definiu medidas, no âmbito da rede de assistência social pública e privada, para enfrentamento da emergência em saúde pública decorrente do novo coronavírus. A portaria do Ministério da Cidadania foi publicada hoje (25) no Diário Oficial da União e destaca a importância de o Estado brasileiro garantir a oferta regular de serviços e programas socioassistenciais voltados à população mais vulnerável e em risco social.

De acordo com o texto, os órgãos gestores da política de assistência social dos estados, municípios e do Distrito Federal adotarão medidas de prevenção e redução do risco de transmissão para preservar os serviços.

As equipes deverão flexibilizar as atividades presenciais dos usuários nos centros de assistência social e priorizar os atendimentos graves ou urgentes. Também deverão ser suspensas todas as atividades coletivas, mas, não sendo possível, recomenda-se manter a distância mínima de um metro entre os presentes e realizar as atividades em ambientes arejados.

A portaria também recomenda observar os cuidados de prevenção da transmissão, principalmente nos serviços voltados para pessoas em situação de rua, com deficiência, idosos e nos serviços de acolhimento. Além disso, deverá ser feito o acompanhamento remoto dos usuários, por meio de ligação telefônica ou aplicativos de mensagens, principalmente daqueles nos grupos de risco para covid-19.

Entre as ações previstas está ainda a adoção de turnos de revezamento da equipe de assistência para evitar a concentração e a proximidade de pessoas no ambiente de trabalho. Os gestores também deverão disponibilizar materiais de higiene e equipamentos de proteção individual e promover o afastamento ou teletrabalho para funcionários que fazem parte dos grupos de risco.

Via
POR: EBC
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios