Política

Governo leiloa BR-364/365 nesta sexta-feira

É o primeiro leilão de rodovias do governo Bolsonaro. Trecho de 437 quilômetros liga Uberlândia, em Minas Gerais, a Jataí, em Goiás.

O governo federal leiloa nesta sexta-feira (27) a concessão da rodovia BR-364/365, a primeira do tipo no governo Bolsonaro. O leilão está marcado para às 10h, na sede da B3, em São Paulo. O certame estava previsto para acontecer em 18 de setembro, mas foi adiado. As propostas foram entregues pelas empresas interessadas no dia 23 de setembro.

Será concedido à iniciativa privada um trecho de 437 quilômetros, ligando as cidades de Uberlândia, em Minas Gerais, e Jataí, em Goiás. Essas estradas fazem conexão com as rodovias BR-050 e BR-153, e são um importante corredor de escoamento da produção agroindustrial do sudeste goiano e Triângulo Mineiro.

Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a tarifa máxima de pedágio será de R$ 7,02. Vencerá a disputa o grupo que oferecer o maior deságio (desconto) nessa tarifa. A concessão prevê sete praças de pedágio: quatro em Minas Gerais (Uberlândia, Monte Alegre de Minas, Ituiutaba e Santa Vitória) e três em Goiás (Paranaiguara, Cachoeira Alta e Jataí).

O prazo de concessão é de 30 anos. O investimento previsto é de R$ 2,06 bilhões para obras e de R$ 2,51 bilhões em custos operacionais como conservação, operação e monitoramento, totalizando R$ 4,57 bilhões ao longo dos 30 anos da concessão.

Entre as principais obras previstas para a rodovia estão a duplicação de 44,2 quilômetros e 134,30 quilômetros de faixas adicionais, além da complementação das obras do chamado Trevão (entroncamento da Rodovia BR-365/MG com a Rodovia BR-153/MG).

O último leilão de rodovia pelo governo federal foi o da concessão Integração do Sul (RIS), realizado em novembro de 2018, do qual saiu vencedora a Companhia de Participações em Concessões, do grupo CCR.

Entre as próximas a serem leiloadas está a BR-101/SC, no trecho de 220,4 km entre o sul de Palhoça/SC e a divisa com o Rio Grande do Sul, com previsão para janeiro do ano que vem e que seguirá o mesmo modelo do leilão desta sexta.

Na sequência, será concedida a BR-381. O certame terá um modelo híbrido, que prevê deságio de tarifas e também o pagamento de outorgas ao governo, segundo a ANTT.

 

Via
G1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios