DestaqueEconomiaGeral

Guedes: Bolsonaro quer unificar a América Latina em uma economia de mercado

Ministro comentou sobre a boa relação do atual presidente com a Argentina e Paraguai

RIO — Durante a cerimônia em homenagem a Jair Bolsonaro em Dallas, nos Estados Unidos, que recebe o prêmio de personalidade do ano pela Câmara de Comércio Brasil-EUA, o ministro Paulo Guedes comentou sobre a boa relação existente entre o presidente brasileiro e os governos da Argentina e do Paraguai, como forma de transformar a América Latina uma economia de mercado.

Quer saber quanto tempo falta para você se aposentar? Simule aqui na calculadora da Previdência

— O nosso presidente se entende muito bem com os governos da Argentina e do Paraguai. A esquerda quis unificar a América Latina numa economia obsoleta, e nós queremos unificar em uma economia de mercado — disse Guedes.
Criada há 50 anos, a cerimônia de entrega acontece pela primeira vez fora de Nova York. Guedes comentou sobre a reforma da Previdência e também discutiu a quebra do monopólio do petróleo e do gás.

— Queremos que o Brasil seja grande de novo. O senado diz que vai aprovar a reforma em 60 dias e isso vai mudar as perspectivas do país. Na segunda parte do ano voltaremos a crescer, podendo quebrar esse duplo monopólio do petróleo e gás, fazendo os preços diminuírem 50%.

O secretário de estado norte-americano, Mike pompeo, comentou que esse ano foi muito importante para as relações entre o Brasil e os Estados Unidos.

Ao discursar sobre o prêmio, Bolsonaro elogiou os seus ministros.

— As grandes desvantagens de ter bons ministros é que eles roubam os nossos discursos.

Via
O GLOBO
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios