GeralPolícia

Homem entra em lanchonete fingindo assalto e morre baleado por policial militar à paisana em Cosmópolis

Segundo a polícia, vítima teria apontado simulacro de arma para policial quando foi atingido. Servidor público já era conhecido no local por fazer essa brincadeira. Ele foi baleado três vezes e morreu no local.

Um servidor público morreu baleado por um policial militar à paisana em uma lanchonete na noite deste sábado (28) em Cosmópolis (SP). Segundo a Polícia Civil, a vítima teria entrado no local anunciando um assalto de brincadeira e foi atingida com três tiros. Um simulacro de arma foi apreendido. Ronaldo Lopes de Lima, de 45 anos, morreu no local.

Segundo o boletim de ocorrência, a polícia foi acionada por volta de 20h para atender uma ocorrência de roubo. No local, o policial militar relatou que estava de folga lanchando com familiares quando o homem entrou e se dirigiu a ele anunciando um assalto, “aos gritos”, pedindo dinheiro e depois circulou pela lanchonete falando “perdeu, perdeu”.

Em seguida, o militar se levantou e anunciou que era policial, pedindo que a vítima largasse a arma, mas neste momento, ele teria se virado e apontado o objeto para ele. O policial, então, disparou três vezes contra a vítima.

Ainda de acordo com o documento, o policial seguiu o protocolo e retirou a arma da vítima, e então, neste momento, percebeu que era um simulacro.

O PM ainda teria saído à rua em busca de outros suspeitos do roubo, mas não encontrou ninguém. Em seguida, a Polícia Militar foi acionada.

Em depoimento à Polícia Civil, uma das testemunhas disse que não viu arma com a vítima quando ela entrou no local, que ele só fingiu estar armado. A testemunha também disse que conhecia Lima e que ele costumava fazer sempre esse tipo de brincadeira, simulando estar assaltando o local.

A perícia foi acionada e o médico constatou a morte do homem no local. O policial militar foi liberado após prestar depoimento. A arma do policial e um simulacro foram apreendidos para perícia. O caso foi registrado como homicídio simples.

Vítima trabalhava no Departamento de Água municipal

A Prefeitura de Cosmópolis informou que Lima era servidor público e estava lotado na Secretaria de Saneamento Básico desde 2011. Ele era auxiliar de serviços no Departamento de Água municipal. Por nota, a prefeitura informou que lamenta a morte do servidor.

“A Prefeitura Municipal de Cosmópolis e o prefeito José Pivatto lamentam o incidente fatal que envolveu um servidor público municipal e prestam condolências e solidariedade aos familiares, amigos e colegas de trabalho, nesta hora de profundo pesar.”

O corpo de Lima já foi liberado para o velório, mas a funerária ainda não informou o horário.

Via
G1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios