Geral

Imagens mostram marina onde foram apreendidas 3,3 toneladas de cocaína, em Guaratuba

Três pessoas foram presas no sábado (20), no litoral do Paraná; segundo a polícia, apreensão da droga foi a maior da história do estado.

Imagens mostram a marina desativada, em Guaratuba, no litoral do Paraná, onde foram apreendidas 3,3 toneladas de cocaína, no sábado (20), pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Polícia Militar (PM).

Segundo a polícia, a droga estava dentro de 46 malas. Os policiais encontraram a primeira quantidade da droga, cerca de 300 kg, em um quintal – quando estavam sendo carregadas em um barco.

No forro do imóvel foram encontradas mais 3 toneladas de cocaína. O local também estava sendo mobiliado pelos traficantes.

Foi a maior apreensão de cocaína da história do Paraná, de acordo com a PM. Três pessoas foram presas no local.

Também foram apreendidos duas lanchas, dois barcos infláveis, dois veículos, R$ 15 mil em espécie, cinco celulares, aparelhos de monitoramento e equipamentos de mergulho.

Conforme o Bope, para fugir da fiscalização das autoridades no Porto de Paranaguá os traficantes usavam lanchas para levar a droga até navios em alto mar, entre 20 a 30 km da costa. Ao chegar no navio, a droga era içada e embarcada rumo à Europa, informou a polícia.

“Eles evitavam de passar no Porto de Paranaguá onde existem os scanners da Receita Federal e fiscalização mais intensa da Polícia Federal”, disse o major do Bope Durval Tavares Júnior.

Entre janeiro e junho deste ano, mais de 7,2 toneladas de cocaína foram apreendidas no porto – mais do que em 2018 inteiro.

O caso está sendo investigado pela PF.

Bolsas com cocaína estavam no sótão de um imóvel, no litoral do Paraná — Foto: Bope/Divulgação

Bolsas com cocaína estavam no sótão de um imóvel, no litoral do Paraná — Foto: Bope/Divulgação

Via
G1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios