Internacional

Indonésia anuncia mudança de capital de Jacarta para local na ilha de Bornéu

Atual capital está ameaçada pelo aumento do nível do mar e solo está se desfazendo pelo peso dos edifícios. Local escolhido, na província de Kalimantan, apresenta baixo risco de desastres naturais e ainda não tem nome; governo irá iniciar mudança em 2024.

O presidente indonésio Joko Widodo anunciou nesta segunda-feira (26) que um local no leste da ilha de Bornéu foi escolhido para abrigar a capital política do país, uma vez que a atual Jacarta está ameaçada pelo aumento do nível do mar e seu solo está se desfazendo pelo peso dos edifícios.

O local foi escolhido “porque apresenta um baixo risco de desastres naturais”, como enchentes, terremotos, tsunamis ou erupções vulcânicas, disse o presidente. Uma grande parte do território indonésio está localizada no cinturão de fogo do Pacífico.

O novo local, na província de Kalimantan (parte indonésia de Bornéu), foi escolhido “em segundo lugar, porque sua localização é estratégica, é no centro da Indonésia”, acrescentou.

O local proposto, entre as cidades de Balikpapan e Samarinda, está localizado em uma região de floresta tropical com grande biodiversidade. A futura capital ainda não foi oficialmente batizada.

Mapa - nova capital da Indonésia — Foto: Wagner Magalhães/G1

Mapa – nova capital da Indonésia — Foto: Wagner Magalhães/G1

As instituições do governo começariam a se mudar para a nova capital a partir de 2024, segundo o ministro do Planejamento, Bambang Brodjonegoro.

O anúncio da nova capital ocorre em meio às inquietações com Jacarta, que está afundando, em parte devido ao aumento do nível do mar.

No ritmo atual, um terço da cidade pode desmoronar e acabar submersa até 2050, segundo especialistas em meio ambiente.

Mas mesmo que deixe de ser a capital da Indonésia, uma grande parte de seus 10 milhões de habitantes – 30 milhões com as áreas vizinhas – está condenada a permanecer na megalópole.

Via
G1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios