DestaqueGeralPolítica

Invasões de terra caem após início da gestão Bolsonaro apenas uma este ano

Incra registra só 1 ocupação no País no 1º trimestre ante 43 ações no mesmo período de 2018; discurso de criminalização afeta movimento, que sofre com falta de verba

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) apresentou dados sobre ocupações nos primeiros cem dias do governo Bolsonaro. Houve apenas uma ocupação, em Itupiranga no Paraná e o grupo responsável foi o União Nacional Camponesa (UNC).

Em comparação com o ano passado, na mesma época, houve 43 invasões de terras.

Por que houve essa diminuição?

Desde a campanha eleitoral, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirmava ser contra ocupações e chegou a dizer que ”com o MST não tem conversa”. Com esse discurso, venceu e segue cumprindo sua palavra.

A facilitação ao acesso as armas, o discurso que classifica o MST como terrorista foram alguns dos motivos que ajudaram a diminuir o número de invasões, porém, sem dúvidas, o principal motivo foi o corte de verbas.

O secretário especial de Assuntos Fundiários, Luiz Antonio Nabhan Garcia, falou sobre o principal motivo, dizendo:

“Esse governo fechou as torneiras. Não tem dinheiro para ONGs e invasores de propriedades. Não tem mais dinheiro para ser jogado na lata do lixo.”

Via
Por Estadão Conteúdo
Tags

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios