Entretenimento

Investigação expõe dívidas de Aviões do Forró por sonegação

Já protagonizando algumas polêmicas, o caso da empresa Aviões do Forró Gravações e Edições Musicais Ltda. acaba de ganhar mais um capítulo.

Segundo o jornal “O Povo”, a banda, que está sendo investigada pela Receita e pela Polícia Federal, tem uma dívida que ultrapassa R$ 17 milhões.

O valor é referente à sonegação e encargos trabalhistas, que foram descobertos através da operação For All, deflagrada em 2016.

A banda que já teve Solange Almeida e Xand Avião como vocalistas, deveria pagar R$ 14.863.551,90 sonegados, mais R$ 3.167.193,12 de débitos processuais trabalhistas.

Além desta dívida, outro valor chama atenção. Segundo Isaías Duarte, principal empresário da banda, Solange deve ao grupo mais de R$ 17 milhões. O valor seria referente a uma soma dos prejuízos que a artista deixou após sair da banda.

Porém, a cantora também tem um processo aberto contra seus ex-sócios; entre eles, seu antigo parceiro de palco. Na ação, Almeida pede uma indenização no valor de R$ 5 milhões.

Solange Almeida se pronuncia sobre briga judicial com Xand Avião

Com um processo contra Xand Avião e a banda Aviões do Forró em andamento, Solange Almeida foi questionada pelo “TV Fama”, da RedeTV!, sobre como a briga judicial e relação dela com o cantor.

Sem dar muitos detalhes, a cantora se limitou a dizer que as “coisas estão caminhando” e que “a justiça resolva“.

Em recente entrevista ao mesmo programa, Xand deixou de lado as desavenças e elogiou sua ex-parceira de palco: “Não esqueço de nada do que a Sol fez pela gente. Se não fosse por ela, a gente não estaria aqui“.

Ela sabe do apreço que tenho por ela e tudo vai se resolver. A gente só quer o bem para todo mundo“, disparou o músico, que não quis entrar em detalhes sobre os processos.

Via
RD1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios