DestaqueGeralNotíciasSaúde

Jair Bolsonaro atende o pedido da Dra Raissa Soares depois da chamada em vídeo

 

A médica atua na linha de frente do Covid-19 e é responsável pelo desenvolvimento, juntamente com sua equipe, de um Protocolo Médico dividido em 3 etapas. Dessa forma, ele vem apresentando resultados surpreendentes na luta contra a pandemia do novo coronavírus na cidade.

 

Hidroxicloroquina

A Dra. Raissa, especialista em Clínica Geral, UTI e Centro de Terapia Intensiva, utiliza um protocolo para uso ambulatorial da hidroxicloroquina a fim de tratar pacientes com sintomas iniciais de Covid-19. Desde que a notícia do tratamento se espalhou, a médica tem sido procurada por dezenas de pacientes e médicos dos municípios do Sul da Bahia, mas têm tido dificuldade em obter o medicamento.

Leia mais: 

Nas últimas semanas, ela já viu centenas de vidas serem salvas pelo uso precoce da hidroxicloroquina. “Os resultados estão aí. É possível controlar a doença, basta a gente tratar na fase precoce”, diz a médica. No entanto, o medicamento sumiu de todas as farmácias e não está mais disponível na rede ambulatorial do município. “Só com o uso da hidroxicloroquina conseguiremos evitar o colapso do sistema de saúde.”

Uma campanha nacional foi desencadeado para que o protocolo ambulatorial fosse adotado em todas as unidades de combate à Covid-19 no Estado e no Brasil; e pelo fato de se tratar do uso da hidroxicloroquina sofria resistência de alguns segmentos médicos, que são pressionados pelo então Governador Rui Costa para que a medicação não seja utilizada.

 

Chamada de vídeo com Bolsonaro

Na noite de terça feira, antes de participar de uma Live promovida pelo empresário Paulinho Toa Toa, onde estariam presentes o Ex Senador Magno Malta e Dra. Raissa, a mesma foi surpreendida por uma chamada de vídeo inesperada, o presidente Jair Bolsonaro atendeu ao apelo feito pela médica de Porto Seguro. Ela solicitou o envio da cloroquina ao extremo Sul da Bahia.

 

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios