Internacional

Japão e EUA devem assinar acordo durante Assembleia Geral da ONU

O Japão e os Estados Unidos (EUA) estão dando sinais de estarem prontos para assinar um acordo comercial. A assinatura deve ser feita durante um encontro de cúpula a ser realizado nos bastidores da reunião da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) em Nova York no final deste mês.

O novo acordo será feito depois do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, terem concordado em termos abrangentes sobre áreas como carnes bovina, suína e produtos industriais.

Na segunda-feira (9), o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, informou a repórteres na Casa Branca que as negociações ocorreram bem, que não houve nenhum problema e que um acordo oficial será assinado em breve.

O secretário de Estado, Mike Pompeo, fez um comentário através do Twitter na segunda-feira dizendo que, graças a Trump, eles foram capazes de chegar a um acordo sobre questões agrícolas, digitais e industriais. Ele disse ainda que está ansioso para finalizar o acordo durante a reunião da Assembleia Geral da ONU.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios