DestaqueLava Jato

Joias de Adriana Ancelmo que custam R$ 455 mil vão a leilão no Rio

Quarenta peças vão ser leiloadas; a mais cara, um relógio Rolex de ouro, está avaliado em R$ 55 mil. Ex-primeira dama do Estado diz que, ao fim do processo, provará inocência.

Quarenta joias da ex-primeira dama do Estado do Rio Adriana Ancelmo serão leiloadas, a pedido da Lava Jato fluminense. Os bens estão avaliados em R$ 455.383,00.

Há relógios de ouro, colar com fio de pérolas, brincos com diamantes, anel em ouro branco e até uma joia com imagem religiosa: uma medalhinha de Maria Concebida. As joias foram avaliadas em setembro de 2017, mas o leilão chegou a ser suspenso no ano seguinte.

O primeiro leilão foi marcado, enfim, para 15 de agosto. Caso os bens não recebam o valor mínimo, haverá uma nova oferta no dia 23, com desconto de 25%. O edital do leilão ainda será publicado e os compradores vão poder parcelar o valor da arrematação.

O bem mais caro é um relógio Rolex com pulseira em ouro, acompanhado de estojo e certificado, que custa R$ 55 mil. O mais barato é outro relógio, em aço e pulseira de couro, que custa R$ 100.

Na terça-feira (30), o marido dela, Sérgio Cabral (MDB) foi condenado pela 10ª vez. O total da pena em primeira instância chega a quase 216 anos.

Maioria das joias de Adriana Ancelmo e Sérgio Cabral está desaparecida — Foto: Fantástico

Maioria das joias de Adriana Ancelmo e Sérgio Cabral está desaparecida — Foto: Fantástico

A Lava Jato já identificou mais de 100 joias que afirma ser de Adriana Ancelmo, mas a maior parte delas não foi encontrada. O total avaliado dos pertences é de R$ 2 milhões.

Veja alguns dos bens que vão à leilão:

  • Relógio Rolex automático, todo em ouro – R$ 55.200
  • Relógio Vacheron Constantin Patrimony em ouro branco – R$ 35.260
  • Anel Antonio Bernardo em ouro branco e esmeraldas – R$ 12.603
  • Par de brincos com 120 diamantes – R$ 10.405
  • Par de brincos Chopard em ouro e safiras amarelas – R$ 8.327
  • Medalha de Maria Concebida, com 24 diamantes – R$ 6.231

Defesa diz que vai provar inocência

Em nota, o advogado Alexandre Lopes, informou que a inocência de Adriana Ancelmo será provada ao fim do processo. Ela já foi condenada a 12 anos e 11 meses pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). Em primeira instância, a condenação de Sérgio Cabral (MDB) já passa de 200 anos.

“A alienação antecipada faz parte do processo. O dinheiro será depositado em Juízo, até que a sentença seja confirmada ou não. A defesa tem a certeza de que a inocência de Adriana Ancelmo será provada, ao final.”

Via
G1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios