DestaqueGeralJustiçaPolícia

Justiça de SP autoriza prisão de mais de 50 líderes do PCC

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado realiza, na manhã desta sexta-feira (3), a operação Jiboia, em diversas cidades do Estado

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público de São Paulo realiza, na manhã desta sexta-feira (3), a operação Jiboia. Integrantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) são alvos de mandados de prisão expedidos pela Justiça de São Paulo.

São cumpridos, ao todo, 50 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão. Além da capital, as ordens são estabelecidas em Sorocaba, Ribeirão Preto, São José do Preto, entre outras cidades do Estado.

Os presos foram investigados ao longo dos últimos meses por exercerem as mais diversas funções na facção, ligadas ao tráfico de drogas, ao cadastramento de armas e ao recolhimento de valores para a organização, a realização de julgamentos informais — conhecidos como tribunais do crime — e até funções de lideranças soltas, diz o órgão.

Parte dos alvos integraria as atuais funções de comando e liderança da facção nas ruas, alçados a essa posição devido à transferência da cúpula para presídios fora do Estado de São Paulo, após decisão judicial no início deste ano que deferiu pedido feito pelo Gaeco.

*Estagiária da Agência Record, sob supervisão de Ingrid Alfaya

Via
POR AGENCIA RECORD
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios